18/05/2016

Esta é uma História de Amor - Jessica Thompson


Autor: Jessica Thompson | Editora: Novo Conceito | Páginas: 400
Skoob: Adicione | Compre: Submarino • Saraiva • Americanas | Classificação: 4/5 (Muito Bom)
Sinopse: Um rapaz conhece uma menina e a menina se apaixona pelo rapaz – até aí, nenhuma novidade. Mas, com Sienna e Nick, as coisas não acontecem do jeito que costumam acontecer nas histórias de amor. Tudo bem que ela o achou superparecido com o Jake Gyllenhaal, seu ator preferido. E ele teve o maior frio na barriga quando viu aqueles lindos olhos azuis-escuros no metrô. Nada disso importa quando a gente está fechado para balanço. Ela é frágil... Tem tantos segredos. E ele não está a fim de nada sério. Engraçada e ao mesmo tempo triste, esta é a história de duas pessoas destinadas a não ficarem juntas... mesmo sendo a coisa que elas mais querem no mundo.
Eu escolhi este livro para inaugurar minha volta ao mundo da literatura, depois de oito meses sem sequer abrir um livro. Para alguns pode parecer exagero, mas quem me conhece sabe que não é. Eu respirava livros antes de ser soterrada por uma enorme bola de neve (falei sobre no post de volta do blog, que você pode conferir clicando aqui). E então, depois de decidir que eu não iria mais deixar as coisas que gosto de lado, escolhi esse livro para ler num dia frio em que eu estava muito doente, e minha internet vergonhosamente ruim. Logo que fui introduzida à história de Sienna e Nick, percebi que não o largaria mais até ler a última página.

Alerta: pode conter spoilers.


Quem nunca andou de ônibus/metrô e trocou olhares com alguém que nunca mais viu (e desejou haver um aplicativo que fosse capaz de encontrar essas pessoas, mesmo sem saber nenhuma informação sobre elas)? Isso aconteceu com Sienna, que se apaixonou por um homem no metrô após ele levantar o olhar do jornal que lia, achando graça da matéria de um esquilo e perceber que ela o encarava. Mas enquanto ela decidia qual a melhor hora de olhá-lo novamente sem assustá-lo, ele sumiu. E essa é hora que bate uma pequena invejinha da garota, pois ao contrário de nós, que nunca mais encontramos essas "paixonites do transporte público" ela tem uma feliz surpresa ao descobrir que ele trabalha no mesmo local que ela. É o funcionário que estava de férias, chamado Nick, e todos fofocavam sobre ele ter levado um pé na bunda de outra pessoa que também trabalhava na editora e ficar um verdadeiro farrapo. Eles saem juntos em uma viagem à trabalho e aí começa uma grande amizade...
"A maioria das pessoas que anda de metrô tenta perder-se nas profundezas de um livro, esconder-se atrás de um jornal ou adentrar algum reino musical. Elas só passam umas pelas outras. Fazer algum tipo de contato, e um contato amigável, é simplesmente um milagre. Então lá vamos nós." Pág - 13
Durante a leitura, me senti como uma criança comendo um de seus pratos favoritos. Ao mesmo tempo que ela ama aquele prato, está enjoada, pois pesaram em algo na receita. Mas ela continua comendo, afinal, está gostoso! Essa foi a explicação que me veio á cabeça quando me perguntaram o que eu sentia em relação ao livro quando o estava lendo. Eu gosto muito de romances e de livros do gênero, e sei que neles vários obstáculos e reviravoltas aparecem para impedir que o casal fique junto mas a enrolação começou a ficar ridícula. Um amou o outro secretamente durante 5 anos (C-I-N-C-O anos), achando que o amor além da amizade não era algo mútuo e quando um decidia se declarar... ou algo dava errado, ou o outro começava a se relacionar com outra pessoa. Eles pareciam não querer ver o que estava bem embaixo do nariz: um caidinho pelo outro.

Essa música do Henrique e Juliano me lembra muito os dois por isso.



Os personagens do livro são muito cativantes pelo fato de serem bastante críveis, do tipo gente como a gente. Todos eles tem suas qualidades, mas nenhum é perfeitinho, nem mesmo os principais. Sienna é bondosa, altruísta, simpática, romântica mas super insegura e baixa auto-estima, o que a faz acreditar que Nick nunca olharia para ela com outros olhos. Apesar de nova é bem madura. Nick é divertido, animado e bem-humorado, e não pensa muito quando o assunto é beber, festar e conquistar mulheres. Mas quando se trata de Sienna, ele é um banana sem atitude. Nick está chegando aos trinta e passa bastante tempo reclamando sobre não ter conquistado o que ele esperava já ter à essa altura da vida: Uma carreira bem-sucedida, esposa, filhos e uma bela casa.

"Minha carreira chegou a um impasse, minha vida amorosa está em frangalhos e a maioria dos meus amigos está se casando, tendo filhos ou partindo para uma vida mais significativa. Ibiza e suas consequências fizeram um bom trabalho aliviando a dor por duas semanas, mas quando acordei esta manhã fui saudado por aquela sensação horrível na boca do estômago. Acho que é o fracasso." Pág - 28
Apesar de ao meu ver a história ser um novelo sendo enrolado e não desenrolado como o esperado, continuei firme na leitura porque os personagens secundários eram muito interessantes. Os que mais gostei foram Pete, um morador de rua e George, pai de Sienna, que tem uma doença neurológica grave chamada narcolepsia, que faz com que a pessoa simplesmente apague do nada. Ou seja, onde quer que ela esteja desmorona. Mas esses desmaios não são normais: eles ouvem tudo o que acontece e se lembram, porém não conseguem mover o corpo, como se desconectassem dele. Nunca tinha ouvido falar dessa doença, e foi muito interessante conhecer mais sobre ela. É muito legal quando além de nos distrairmos com a história também adquirirmos conhecimento.


Acho que dava para desenrolar melhor a história de Pete e George, e eu esperava que eles tivessem um fim diferente do qual tiveram. Senti como se a autora não tivesse conseguido aproveitá-los ao máximo, pois tinham bastante potencial. Sabe quando o livro vai chegando ao fim e dá a impressão que o autor correu para amarrar todos os nós, dar um desfecho à tudo ás pressas e ficou faltando algo?  Poisé.
"-Às vezes as pessoas precisam da gente, e isso assusta tanto que as afastamos, quando, na verdade, só o que queremos é estar mais perto." - Pág 114
" Eu queria mudar o mundo. Queria torná-lo melhor. Papai sempre diz que isso é próprio da idade e que depois de um tempo você acaba desistindo de coisas assim e só se importa com o que vai fazer para o jantar ou quantos saquinhos de chá ainda restam no armário. " - Pág 272
Apesar disso, a narrativa da autora é super fluida! Eu li esse livro em uma semana mesmo com a correria, e me assustei quando fui conferir quantas páginas tinham para colocar aqui na resenha. Quase não acreditei quando vi o número 398 na borda inferior da última página escrita do livro. Outra coisa que colaborou para a leitura ser dinâmica foi o fato de os capítulos serem intercalados com o ponto de vista de Nick e de Sienna. Podíamos entender os dois lados da situação, e ás vezes eu me surpreendia com isso. É quase como poder ler mentes ou algo assim. Nunca sabemos o que as pessoas realmente sentem, pensam ou querem dizer pois ás vezes o que dizem não é o que sentem de verdade. Enquanto eu lia o capítulo narrado por um e entendia a maneira como o outro agia de uma forma, quando lia a versão dele percebia que o que se passava em sua cabeça era na verdade totalmente diferente do que mostrou e do que o outro entendeu. Já tinha lido outros livros com capítulos intercalados, claro, mas nesse em especial este detalhe ficou fantástico.

Acho a capa bonita, apesar de não curtir capas que contém pessoas (ou pelo menos que mostre o rosto delas) pois destroem totalmente a imaginação do leitor. Eu, por exemplo, não consegui de forma alguma ver os personagens nesses modelos das fotos. A diagramação do livro está boa, a tipografia e tamanho da fonte usada é confortável. Gostei do detalhe de que em todos os começos de capítulo há uma frase retirada de dentro dele. Eu sempre ficava imaginando de quem seria a frase e em qual situação o personagem se encontrava naquele momento.


Esta é uma História de Amor... mas nem toda história de amor é igual, porque essa é de amor às pessoas, de amor à vida, de amor à juventude e ao aprendizado. Uma história de amor de um pai para filha, de uma filha para o pai, de dois amigos, de uma jornalista e um morador de rua. Uma história de um amor fora de hora e entre pessoas erradas. É clichê? Sim. Mas me fez refletir sobre como é fácil virar para alguém e pensar que pessoa tem uma vida perfeita sem saber o que ela realmente passa. Sobre como a vida é passageira e como tendemos pensar que nossos problemas são gigantes e não percebemos que existem pessoas com problemas muito piores que os nossos. E que nada é para sempre. Tudo acaba. Um dia chegará nossa vez de partir e a das pessoas que amamos também, por isso devemos demonstrar o que sentimos agora. E ás vezes, desejamos muito uma coisa que não pode acontecer por que não é tão simples quanto desejar que aconteça.

Se nada é tão são simples, o amor seria? 


Beijos e até mais.

6 comentários:

  1. Olá!
    Que resenha INCRÍVEL e reflexiva.
    Eu amei conhecer um pouco mais da história e o comparativo que você fez ao seu prato de comida favorito. Por vezes um livro nos deixa bastante enjoados, pois tudo torna cansativo. Ainda tenho vontade de ler o livro, mas já sei o que esperar.
    Adorei a música indicada, combinou bem rs.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruna. Seu comentário me deixou muito feliz!

      Bem, costumo ter bastante dificuldade em fazer resenhas literárias pois para mim é difícil explicar meus sentimentos, sabe? Desenrolar a bagunça da minha mente e torná-la compreensível em um post legal. E justamente por isso gosto de fazer resenhas. Amo me desafiar. Acho que ter ficado tanto tempo sem ler nem escrever aqui me deixou muito inspirada por voltar a fazer ambas coisas que tanto amo. Eu amei escrever essa resenha e fico feliz por ter conseguido transmitir o que eu queria :)

      Beijocas e muito obrigada pela visita e comentário 💋

      Excluir
    2. Olá, Bruna. Seu comentário me deixou muito feliz!

      Bem, costumo ter bastante dificuldade em fazer resenhas literárias pois para mim é difícil explicar meus sentimentos, sabe? Desenrolar a bagunça da minha mente e torná-la compreensível em um post legal. E justamente por isso gosto de fazer resenhas. Amo me desafiar. Acho que ter ficado tanto tempo sem ler nem escrever aqui me deixou muito inspirada por voltar a fazer ambas coisas que tanto amo. Eu amei escrever essa resenha e fico feliz por ter conseguido transmitir o que eu queria :)

      Beijocas e muito obrigada pela visita e comentário 💋

      Excluir
  2. Não conhecíamos o livro mais gostamos da história parece ser bem interessante e envolvente, é bom quando os personagens são gente como gente parecem mais reais!! Gostamos da resenha e das fotos que você usou para ilustrar o post!!!

    beijos

    O encontro parece ter sido bem legal além produtivo para as blogueiras. Que legal a embalagem desse shampoo depois você nos conta se funcionou!!

    beijos

    http://onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o livro é muito bom! Muito obrigada, meninas 💕

      Excluir
    2. Sim, o livro é muito bom! Muito obrigada, meninas 💕

      Excluir